Franchising

Veja 3 dicas práticas para ser um bom empreendedor

maio 30, 2019
Tempo de leitura 3 min

Obter dicas para ser um bom empreendedor é uma estratégia para minimizar os erros de quem está pretendendo abrir um negócio ou gostaria de inovar nas atividades comerciais já existentes.

Sabe-se que, além das questões gerenciais envolvidas, é fundamental atualizar os conhecimentos em gestão financeira e de pessoas, organização das rotinas da empresa, dentre outros.

Por isso, neste post, preparamos 3 dicas práticas para você! Leia e fique por dentro das novidades!

1. Avalie constantemente os setores da empresa

Para o pequeno empreendedor, é fundamental acompanhar as atividades desenvolvidas em cada setor da empresa mediante a avaliação dos indicadores apresentados e, se possível, complementando com uma visitação in loco.

Além disso, é interessante escutar as principais limitações dos colaboradores em relação à infraestrutura e os equipamentos tecnológicos disponíveis para levantar as opções viáveis e melhorar a produtividade.

Sendo assim, a partir desse diagnóstico, é necessário delegar as tarefas para os supervisores, avaliar o desempenho dos serviços prestados e modificar as atividades a fim de conseguir alcançar as metas propostas.

2. Desenvolva as competências necessárias

Muitos gestores ou futuros franqueados têm a falsa ideia de que as habilidades gerenciais são as mais requeridas para abrir e manter um negócio. No entanto, outras competências devem ser constantemente aprendidas.

Destacam-se as habilidades pessoais sobre como lidar com colaboradores identificando os funcionários ineficientes ou promovendo benefícios em prol da melhoria do clima organizacional e saber trabalhar constantemente para retenção de talentos.

A habilidade técnica é outro fator que influencia significativamente um negócio, pois é conhecendo o produto ou serviço a ser vendido que o gestor consegue torná-lo necessário e interessante para o cliente.

Portanto, cabe ao gestor o acompanhamento frequente do que é ofertado pela empresa, bem como a análise da percepção do consumidor.

3. Saiba gerenciar os riscos

Para que o negócio seja economicamente sustentável, é aconselhável fazer o levantamento dos riscos internos e externos, antecipar ações e monitorar aquelas que podem comprometer o planejado.

Isso porque um problema inesperado pode abalar a estabilidade financeira da empresa, causando prejuízos e influenciando na produtividade. Todavia, algum obstáculo já previsto, como as questões relacionadas à sazonalidade, pode ser amenizado desde que já exista um bom planejamento para esse período.

Outra situação que envolve a avaliação dos riscos e benefícios é aquela dos indivíduos interessados em se iniciar pelo mercado de franchising. Nesse caso, eles devem entender sobre a lei das franquias, os direitos e deveres das partes, as condições para formalização do contrato etc.

Entende-se, portanto, que os riscos sempre caminharão conjuntamente ao negócio, cabendo ao gestor a compreensão deles em sua plenitude, a antecipação de medidas ou a intervenção precoce para evitar problemas maiores.

Essas dicas facilitarão a entrada ou manutenção dos gestores no mercado de trabalho e mostrarão que as dificuldades podem ser superadas, desde que se desenvolva disciplina, persistência, habilidade para lidar com pessoas e números. Desse, modo, é possível se tornar um empreendedor de sucesso.

Como vimos, conhecer dicas para ser um bom empreendedor pode ajudar os gestores ou interessados em abrir um novo negócio a entenderem os riscos e identificarem os pontos nevrálgicos de uma empresa.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de nos seguir no Facebook e ficar sempre por dentro das novidades!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário